Escova de dente de Bambu -Veja quanto custa, onde encontrar e se vale a pena comprar

Decidi escrever esse post pela quantidade de perguntas que me fizeram depois que eu publiquei a minha querida e amada escova de dente de bambu no meu perfil do instagram. A resposta mais sim é… presta demais! Mesmo se elas não fossem biodegradáveis, não trocaria por nada.

Confesso que na hora de comprar, fiquei cabreira. Imaginei que elas seriam duras, desconfortáveis e não limpariam meus dentes corretamente. Mas foi usar a primeira vez para me apaixonar.

O legal é que existem vários modelos e marcas de escovas de dente feitas da madeira do bambu. Tem umas alongadas, outras menorzinhas, com cerdas mais duras ou extra macias. Só tem que pesquisar bem. Eu comprei na B Live, que tem as cerdas mais resistentes, durinhas e são anatômicas. Mas pretendo testar outras depois. Olha que bonitinha essa de viagem!

Você geralmente encontrar em lojas de produtos naturais e que tem uma pegada de sustentabilidade. Aqui em Brasília, essas feirinhas mais hipsters têm sempre uma banca vendendo. Mas o jeito mais fácil e barato é pedir na internet.

Assim, como as marcas, os preços também variam muito. Já encontrei de 4 reais, comprando em muita quantidade desses sites chineses, até 25 reais, uma que as cerdas são feitas de pelo de animais.

Quanto à duração, elas duram a mesma coisa que uma escova de dente comum. Usando como recomendam os dentistas, vai durar cerca de 4 meses.

O que eu acho sensacional nelas, é que o bambu é antibacteriano natural. Ele tem na sua composição agentes que previnem a formação e proliferação de bactérias. O modo como é processado também garante um material sem porosidade, o que previne a contaminação por fungos.

Descobri as escovas de Bambo depois de pesquisar forma de reduzir meu impacto no meio ambiente. A quantidade de plástico que a gente joga em rios, mares e aterros cada vez mais lotados é bizarra. A escova tradicional leva até 500 anos pra se decompor. Essas de bambu demoram apenas 3 meses!

O único problema são as cerdas. Não são todas que tem cerda biodegradáveis também. A maioria tem nylon mais alguma coisa, seja carvão mineral, óleo de mamona ou outro produto natural. Por isso, a recomendação é cortar as cerdas e jogar no lixo reciclável se for o caso da sua.

De qualquer forma, pequenas mudanças já fazem uma grande diferença! Se quiser mais dicas sobre sustentabilidade, clica aqui!

Posts Relacionados

O melhor roteiro de 3 dias na Cidade do México: O que fazer!

É seguro viajar de avião no primeiro trimestre da gravidez?

Planeta verde (DF) une hospedagem na natureza, terapias alternativas, comida orgânica e uma paz sem igual. Perfeito para retiros!