Visite o maior pomar de Jabuticaba do mundo – fica pertinho de Brasília! 

Vale a pena rodar 230 km para comer jabuticaba? Se você for um apaixonado pela fruta, vale. Se não curtir tanto a frutinha roxa, também! Isso porque a Fazenda e Vinícola Jabuticabal tem muito mais do que 44 mil pés de Jabuticaba, tem várias atrações pra toda família. E você ainda pode aproveitar a viagem para conhecer outros atrativos no caminho.

Para começar, você precisa saber que existem duas fazendas Jabuticabal. Uma ao lado da outra, o que dá a maior confusão. Elas são da mesma família. O pai cuida de uma, o filho da outra. Em qualquer um dos casos, minha dica é sair cedo de Brasília e aproveitar o dia todo por lá.

Vamos às diferenças. A Fazenda Jabuticabal é a mais antiga, tem os pés mais velhos, o que garante frutos mais doces. Conta ainda com um restaurante rústico. Foi a primeira que surgiu, sendo assim a mais tradicional. Se você ficar só no restaurante, paga apenas o que consumir. Se entrar na área do Jabuticabal, paga 30 reais e come jabuticaba à vontade.

A outra é a Fazenda e Vinícola Jabuticabal. Esta tem o pomar mais novo, mas tem outros atrativos. Tem um restaurante com fogão à lenha, com comidinhas caseiras deliciosas. Quem curte comida goiana vai se acabar, uma vez que tem pequi e gueroba, por exemplo. Também tem boas opções de salada e frango caipira.O almoço é self-service e custa 44 reais o quilo. Uma dica: coma pouco no almoço. Tem muita coisa pra você provar até o fim do passeio.

Durante o almoço, tivemos a degustação de caipirinha de limão e jabuticaba. O barman inventou a mistureba há 15 dias e vou te contar uma coisa… é uma das melhores caipirinhas que já provei! Super recomendo. Ela custa dez reais.

Depois do almoço, pegue um cafezinho bem ao lado do restaurante. Sugiro um cappuccino com geléia de jabuticaba, 8 reais. Aproveite este momento para curtir a música ao vivo de lá. Estamos em Goiás, então moda de viola é que mais vai tocar por lá. Espere clássicos como boate azul e fio de cabelo. Enquanto isso, fiandeiras de Hidrolândia ficam demonstrando o trabalho delas. Aqui reserve um tempo também para o mirante de onde você avista os 44 mil pés de jabuticaba. 22 mil de cada fazenda. A vista é bem bonita.

Hora da sobremesa! A sorveteria fica do lado de fora. Tem picolés, sorvetes e o que eu mais gostei de lá: o Le Biscuit. Nada mais é do que um biscoito recheado com camadas de geleia e sorvete de jabuticaba. Delicioso! Não é nada enjoativo. Custa 6 reais.

Com a barriga cheia recomendo dar um tempo debaixo das jabuticabeiras. E aqui vai uma das dicas mais importantes!!! Traga cangas, almofadas, rede, tapetinho de ioga… qualquer coisa para você estender debaixo das árvores e fazer a siesta lá mesmo.

A área do Jabuticabal é separada da estrutura da fazenda. Na primeira parte você não paga pra entrar, só paga o que consumir. Nessa, você paga 30 reais e come jabuticaba a vontade! Nesta Fazenda também tem um riozinho, bem raso, mas que dá para se refrescar. Leve biquíni e sunga!

Você ainda pode colher quantas frutas quiser para levar, mas paga 7 reais o quilo. Bem mais barato que num mercado. Tem umas já colhidas pra vc que tá com preguiça de colher, mas quer levar pra casa. É o mesmo preço.

Antes de ir embora não deixe de passar na lojinha. Tem molho, geleia, vinho, licor, mostarda, doce e até artesanato de jabuticaba. Os preços são bons. O vinho sai por 30 reais, o licor de jabuticaba dourada custa 35 reais, a cachaça, 45, um molho, 10 reais. O João e o Márcio podem te explicar também sobre todo o processo de produção da jabuticaba e te deixar meio bêbado de tanto degustar vinho e licor. Eles são bem simpáticos!

Por falar em atendimento, esse aspecto foi um dos que mais surpreendeu o grupo que eu tava. Todos lá eram hiper, super, mega simpáticos sem serem pegajosos. Me senti super a vontade e ainda ficamos batendo papo um bom tempo com eles. A Dona Tina, então… ela fica na portaria e contou toda história da fazenda pra gente. Um amor!

Quem tiver interessado em ir, tem que correr! Só tem jabuticaba até novembro! Para chegar lá pegue a BR 060 até Goiânia. Não é preciso ir até hidrolândia! Na BR-153 em Aparecida de Goiânia, pegue a saída à direita no KM 515 (sentido sul). Vá até a rodoviária de Aparecida e pegue a terceira saída à direita. Iniciando a GO-319 ande 15 km até o distrito de Nova Fátima. Continue por mais 4 km de estrada de chão e chegará na Fazenda.

Contato: (62) 99620-7576 / (62) 99845-8986

Conheça outros atrativos turísticos perto de Brasília, clicando aqui. Para saber tudo antes, curta nossa página no facebook. 

Posts Relacionados

Fazenda Babilônia (Pirenópolis): veja preço, atrativos e se vale a pena ir na chuva ou com crianças

O melhor roteiro de 3 dias na Cidade do México: O que fazer!

É seguro viajar de avião no primeiro trimestre da gravidez?

3 comentários

Kasey Smoots 3 de outubro de 2017 - 13:53
amei do teu post, extremamente interessante o seu ponto de vista. adorei o teu website de modo {geral|global) vou voltar aqui mais vezes, eu tenho um blog sobre esse mesmo tema, acesse ele quando puder abraços.
Bárbara Lins 3 de outubro de 2017 - 20:55
Opa!!!! Muito obrigada! Vou ver agora!!!
Esmeralda 19 de novembro de 2019 - 23:18
Parabéns pelo artigo, adorei!
Adicionar comentário