Tudo sobre como voar de parapente no Rio de Janeiro!

Demorei três dias para processar tanto sentimento e paisagens absurdamente lindas. Lá em cima, tudo parecia irreal, um sonho ou coisa semelhante. Se você quer saber como é voar de parapente no Rio de Janeiro, cola aqui que conto tudo! Onde ir, quanto custa, a melhor época.

Meu voo foi agora no fim de fevereiro, então atenção! Os preços e as condições climáticas que estou colocando aqui são dessa época. Eles tendem a variar, conforme o período do ano. As condições de voo mudam de uma hora para outra, assim como o preço dependendo da temporada.

Eu voei com o Eduardo da @parapente.rio. Fui sozinha. Você pode agendar sozinho, em casal ou com amigos e parentes. Que tal dar esse presente para alguém que ama? Tem muita gente que faz isso e eu achei genial!

Como voar de parapente da rampa da Pedra Bonita

Meu voo de parapente no Rio de Janeiro foi logo depois do carnaval. Quando o Eduardo me avisou que teria tempo bom, corri pra lá. E te juro… antes mesmo de pousar já estava agradecendo a Deus por ir com ele. O Dudu é super profissional, fotografa lindamente, dá uma segurança e uma paz absurda e ainda te conta várias histórias do Rio lá de cima.

O ponto de encontro é no comecinho da praia de São Conrado. De lá já é possível ver a rampa da Pedra Bonita, de onde são os saltos de parapente no Rio de Janeiro. O Clube de Voo Livre fica nesse ponto, onde pagamos uma taxa de 50 reais para o seguro e taxa de matricula no clube.

Neste local, o Eduardo passa as primeiras instruções. Explica como está o tempo, os equipamentos e o roteiro. De lá, seguimos de carro até a rampa da Pedra Bonita. No caminho, ele vai contando fatos interessantes da história do Rio.

Um exemplo de história que ele contou. A Pedra Bonita fica na Floresta da Tijuca. Eu não sabia que ela tinha sido devastada e que quando começou a faltar água no Rio, Dom Pedro II se ligou que o motivo era esse. Ele pediu a dois majores que, com ajuda de 11 escravos, reflorestassem a região. Hoje é aquela exuberância toda!!! Legal, né?

A preparação e a hora da descida de parapente no Rio de Janeiro

Assim que a gente chega na rampa vê dois espaços diferentes. Tem a fila na parte de cima para quem vai voar de asa delta e tem a rampinha lateral que leva até a parte de onde decola a turma do parapente. Lá embaixo tem até arquibancada para plateia.

E olha… tô pensando em voltar lá só para ficar curtindo a turma descendo. Primeiro, porque a vista é linda demais. Segundo, que é engraçado ver a turma dividia entre os pilhados para voar e os que estão com o coração na mão. Como era meu caso. hehehehehe

Num dia de baixa temporada, a espera não leva mais do que 15 minutos. O Eduardo preparou o equipamento, me prende numa espécie de cadeirinha, colocou meu capacete e me encaminhou para a caminhada mais difícil do mundo… kkkkkkkkk

A gente vai andando até a quininha, que é onde o instrutor vai nos prender ao parapente. Nessa hora, bateu um medinho, vai que tinha algum cabo fora do lugar. Mas me acalmei lembrando que tudo é checado três vezes. Pelo instrutor e pelo fiscal da rampa.

Tudo certo, era só da caminha final….

Diferente da asa delta, você não corre!

Você leu bem. No parapente, a gente não salta, como no paraquedas. Nem corre rumo ao abismo, como na asa delta. Foi mega estranho. A gente começou a caminhar mais rápido e quando eu vi, fomos puxados para cima.

Não deu nem 1 minuto de voo, fiquei emocionada. Sério. Era lindo demais. Surreal demais. Estava revendo as filmagens e os stories que o Dudu fez para o meu insta @babilins e só ouvia eu agradecendo o Eduardo. Ele faz questão de levar quem vai com ele para os melhores pontos, onde podemos observar a Floresta da Tijuca, a praia da Barra, a Lagoa, o Cristo, a Zona Sul, tudo!!!!!

É difícil explicar, mas você parece se deslocar na realidade. Vendo as coisas por outras perspectivas e com outra dimensão. E vou te contar. Putz! Essa cidade é linda demais. Maravilhosa é o melhor termo que poderiam encontrar.

Quanto custa voar de parapente no Rio de Janeiro  

Quando eu fui, Deus tinha caprichado. O tempo estava bom e o dia lindo. Ficamos 40 minutos lá em cima. Em nenhum momento tive medo. No finalzinho, tive um enjoo leve porque desobedeci ao Dudu e fiquei olhando a praia lá embaixo. A recomendação para não enjoar é olhar reto. Mas foi só um minutinho e passou.

Esse tempo todo não é comum. Tem dias que as condições de voo, direção e velocidade dos ventos não ajudam. O que eles costumam garantir, são 10 minutos de voo, mas só seu instrutor vai poder te falar o tempo estimado de voo. E muitos deles são cancelados por conta das condições do dia.

Outra pergunta comum é quando custa voar de parapente no Rio de Janeiro. Essa pergunta também não tem resposta única. Depende da temporada, do dia, dos extras, como fotos e vídeos, e por aí vai.

O valor cobrado pelos instrutores de parapente no Rio de Janeiro varia entre 550 e 700 reais. Combine direitinho, veja o histórico do instrutor. Eu quis ir com o Eduardo do @parapente.Rio pela experiência, segurança, simpatia e fotos e vídeos lindos!!!! Hehehehe. Valeu demais!!! Do começo ao fim.

Venha para o Time dos Descobridores!

Se você mora ou tem viagem para o Rio de Janeiro, saiba que o site tem dezenas de atrações diferentonas para quem quer sair da mesmice. Voar de parapente no Rio de Janeiro é só uma delas. Descubra todas clicando aqui. Se quiser receber atualizações do blog, é só assinar nossa newsletter!

No insta @babilins também conto tudo!

Posts Relacionados

Novos Motorhomes para alugar em Brasília! Veja modelos

Descubra o chalé dos sonhos para relaxar ou ter uma noite romântica em Brasília

Recanto Carvalho (Fercal) une passeio rural pela natureza e história de Brasília